Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Tempo

29.12.18 | Delcy Reis

90F36749-E451-4D7C-8FA0-6CB0FB765CFB.jpeg

 

Vivemos da gestão de duas variáveis que procuramos equilibrar: tempo e oportunidades.

Para todos nós, o tempo passa exatamente ao mesmo ritmo, podemos é percecioná-lo de forma distinta.

E, pelo simples facto de não estarmos numa fase igual a tantas outras pessoas da nossa geração, o facto de querermos que algo aconteça ao nosso ritmo, que pode ser mais acelerado, pode ser interpretado como um frustração, quando não é, é apenas disponibilidade a mais, ou energia a mais por desperdiçar. 

Julgo que grande parte de nós, nesta altura do ano, aproveita para romper com rancores anteriores, não apagando, mas deixando de sentir, mentiras, omissões, esquecimentos, falta de atenções, para acreditar que algo de diferente este novo ano irá trazer. 

Todos nós procuramos encontrar motivos, prioridades, desculpas para falharmos com alguém, não de forma premeditada, mas são razões que para nós, na nossa rotina, no nosso planeamento individual, fazem sentido, perdendo a consciência que, poderemos certamente perder uma oportunidade.

Todos nós, ao sermos individuais, ao nos guiarmos apenas pelo nosso plano, perdemos a habilidade de poder partilhar algo com alguém, e ficamos fechados no nosso conforto, na nossa pequena bolha.

As nossas desculpas, os nossos atrasos não, as nossas indecisões não irao fazer com que o tempo não passe. Apenas que a oportunidade seja perdida.

As nossas reclamações, decepções não farão com que aquele tempo seja eventualmente recuperado, ou mesmo arrependimento.

Para 2019, o esforço será o de dedicar o menor tempo possível a este tipo de emoções, também, porque o tempo passa de igual forma para todos nós. 

Para 2019, vou desejar também que o meu tempo seja igual ao de alguém, que sei que nunca o será. 

Mas, todos podemos sonhar,