Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Seg | 03.04.17

Mocambo com sabor a Gravana

Delcy Reis

Diga bom dia com Mocambo. Neste caso, falemos de duas boas noites. Uma casa estilo francês, bastante pitoresca, com uma escadaria principal. Subimos e entramos num espaço cultural em São Tomé. Um projeto, um sonho é uma ambição de uma geração empreendedora que acompanha o sonho inicialmente estabelecido de explorar uma das riquezas da ilha: destilar rum a partir da cana de açúcar. Vontade e força. Vontade de vender o seu país e força de manter e acreditar no projecto. Este espaço, e a pessoa que o leva deu a conhecer os sabores e perfumes de São Tomé: maracujá, café, cacau são as bases principais. Gudi fez-nos sentir em casa, da primeira vez que pisamos o espaço, onde vimos o mapa que nos uniu, a esta terra que está tão longe, mas pelas pessoas e pela língua fica tão perto. Hoje é dia de regresso, ao nosso mundo formatado. Tive o privilégio de ter anfitriões, que nos receberam na sua casa, chamada ilha e que, fizeram por me manter o sorriso até a porta de embarque. Até aqui o violino chegou, marcando a sua presença no gosto musical. E a peça que também alimenta a diferença do resto da ilha, e que enquadra um ambiente tropical, de uma forma diferente; um espaço cultural com história, a ponte com as suas origens e o caminho para o futuro de gerações. Cada uma das gravaninhas traz uma sensação diferente: a paixão tropical do maracujá, o atrevido do gengibre, o quente do café, profundo, e o cacau sempre sensual. A intensidade, a paixão que vibra sobre São Tomé, no primeiro degrau desta casa, combinado com um excelente gosto musical, que nos transporta para um São Tomé diferente. Trouxe a sublime comigo, e de tão sublime que é, em todos os momentos que a partilhar, vou também partilhar com São Tomé, que é também cana de açúcar. Porque, de facto, foi sublime.