Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Flexibilidade

08.01.19 | Delcy Reis

Temas atuais e palavras que atualmente nos procurámos agarrar por uma questão de groundness.

Sermos flexíveis, adaptáveis, a todas e quaisquer variáveis: cultura, opinião publica, imagem, aparência, ritmo, sol, chuva, trânsito, rigidez, determinação, tranquilidade.

Sermos ágeis e adaptáveis, de forma livre e sem qualquer preconceito a qualquer interlocutor, sem preconceito de valores daqueles que teimosamente nos querem influenciar, mas apenas pelas nossas convicções.

Convicções que vão mudando pela vontade que temos, pelas  prioridades que definimos, pelos objectivos que entendemos que são importantes para nós, na tal fase de vida que nos encontrámos.

Naturalmente que a fase, surge também como palavra para relativizar todas as mudanças que vamos tendo na nossa vida que entendemos como serem seguras e adquiridas, garantidas.

Fases, que por opção decidimos partilhar com aqueles que confiamos, ou porque simplesmente nada de trazem, em termos emocionais a sua verbalização acaba por não fazer qualquer sentido.

Temos e devemos ser sempre flexíveis, e devemos sempre verbalizar aquilo que achamos sem receio do que alguém possa sentir, porque a palavra de ordem será a gestão emocional, da outra parte por eventuais inseguranças que possam ser trazidas.

Flexibilidade, total, transparência, como nas receitas da cozinha da minha mãe, q.b.