Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Dinheiro vs Mbway vs Multibanco Round II

03.10.18 | Delcy Reis

Voltando à temática dos ATM's e também a temática da desmaterialização do dinheiro.

Esta semana, no metro assisti ao fenómeno social, que tão eficaz no que ao marketing diz respeito, pelo menos em terras portuguesas que é o "word of mouth". 

Estava no metro, para deseperadamente apanhar o mesmo para uma reunião, pelo que filas, seria o a evitar.

Quando procuro carregar o cartão, reparo que a fila de pagamento em dinheiro se encontra, cheia e a de cartão vazia. Dinheiro de plástico, e tecnologia, versus gestão de tempo, de forma eficaz. 

Dilema tão português, e dilema tão meu, que a este país pertenço.

Noto que Portugal, quer acima de tudo defender, por estes pequenos gestos o seu país, e grandemente a desmaterialização de tudo, por aqueles que ama, pelas tradições perdidas e recordações esquecidas.

Eu, sendo a diferente, paguei com cartão, mas apenas porque o tempo era a variável que pretendia gerir e nada mais, e porque adoro cadeias de eficiência, e que as mesmas fluam agilmente.

Novamente, fui assaltada com a temática das comissões dos ATM's de instituições financeiras que procuram investir no nosso país, e pelo que dizem, as comissões são elevadíssimas.

Pois, reforço, não foram, das duas vezes que as usei.

Reforço também que, fazendo parte da união europeia, união esta que suportou muitas das nossas ineficiências, e muito do nosso oportunismo, individual, não nos devemos esquecer que, para além de portugueses somos europeus.

E, que hoje, somos um estado de algo maior, e que devemos contribuir para esse maior.

Não somos só nós que suportamos, todas as flutuações que acontecem na nossa economia, mas também os restantes cidadãos de outros estados membros que, pela sua agilidade, cultura, capacidade de adaptação, estrategicamente focaram e especializaram-se noutras temáticas, para garantir a sustentabilidade económica do seu país.

Nós, portugueses, estamos a apostar claramente no turismo e nas novas tecnologias como tendencias atuais para podermos sobreviver neste mundo global.

Nós, que outrora navegamos pelo mundo, devemos então levar para fora esse conhecimento e sabedoria, aproveitar e partilhar com aqueles que anteriormente conquistamos, e onde deixamos parte de nós.

Saibamos reconhecer aqueles que nos ajudaram, e saibamos ajudar aqueles que em tempos, abandonámos.

Acompanhar o passo da evolução do mundo, nos dias de hoje, é um desafio que não devemos descorar.

Mudar hábitos, aprender novas formas de estar na vida, é algo que nos distrai, do tempo que por vezes queremos que passe rápido, da mente que se retem em recordações, 

 

O próximo desafio é a utilização constante do mbway, pela agilidade, baixo custo e eficiencia de transferência, 

Sempre à procura do desafio, e da evolução, para não perder o passo de todos mas, acima de tudo também não esquecer o meu.