Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Incompanhia

A companhia dos (in’s) INcerto INcoerente INconstante

Cabana.

19.10.20 | Delcy Reis

B2556BCB-F7DE-4985-B824-FAE0720FECB5.jpeg

 

Regresso ao meu país. Na procura de sentir que pertenço. E que ele me pertence.


A algo, a um meio. A uma comunidade. 
Procurar descansar. Procurar bons momentos, nas raízes de relações que construí ao longo da vida, e que me permitiram alicerçar a pessoa que sou. 

Momentos estranhos porque, nas rotinas, hábitos claramente criados pela minha infância e pelos meus familiares. Gestos e atitudes sem pensar. 

Por uma questão de hábito talvez. 
Encontro-me a viver de recordações. Outra vez. E é um ciclo. Real. Será novamente um balanço.

Voltar a cheirar Portugal, quer no Sul, quer no Norte. Pelas comidas, pelo sol. 

Fazer aquilo que gosto de fazer, e ter a sorte de ter amigos que me acompanharam e com quem pude partilhar estar ali. 

Reviver. E procurar vida em alguém. Que a queira partilhar.

Porque a morte, cada vez a vou tendo mais perto, e essa noção de finitude, vai sendo lenta e gradualmente aceite. 

Procurar vida. 
Sempre procurar vida.

Sempre procurar aquilo que queria/ gostava de ter, consciente da cada vez maior pequenez. Mas que, no fim da linha não seja una.

 

 

1 comentário

Comentar post